< A Paixão é o que nos move, mas por si só não chega
Logotipo App Look4Beauty

Look4Beauty mais rápido e fácil

Tudo na Aplicação

A Paixão é o que nos move

Foram os tempos de adolescência que a aproximaram do mundo da beleza, apesar de se confessar “maria-rapaz”, mas foram as circunstâncias da vida que fizeram de Vânia Soares uma profissional com muitas valências. E, a sua natureza de querer aprender sempre mais fizeram-na acreditar que podia ter um negócio próprio.


O que a fez despertar pela área da beleza profissional?

Apesar de ter crescido como uma maria-rapaz, desde pequena que eu e a minha irmã já “brincávamos” às cabeleireiras. E já

na adolescência, recordo-me que antes das saídas à noite, as amigas se reuniam lá em casa, para as pentearmos ou para as maquilharmos…coisas de miúdas! (risos).

Entretanto segui outro caminho, mas com o nascimento da minha filha, percebi que não iria voltar à minha profissão da altura e

foi aí que pensei: e porque não apostar no ramo da beleza?

E como foi o seu percurso depois de ter tomado essa decisão?

Resolvi inscrever-me num curso de manicura de verniz gel, e gostei tanto, que logo a seguir fui fazer um curso de técnica de

unhas de gel, acrílico e imersão em pó.

Qual foi o maior desafio com que se deparou?

Na altura, eu já não era propriamente nova, e não tinha uma carteira de clientes, mas em Carcavelos abriram-me as portas, na Clínica de Estética, onde ganhei experiência e prática em manicura. Com a saída de uma colega, surgiu a oportunidade de poder passar a trabalhar em gabinete e foi aí que decidi especializar-me em Tratamentos de Corpo, Rosto e Massagens.

E mais tarde também me especializei na Maquilhagem, uma das áreas que mais me apaixona desde sempre. Em todas as áreas em

que me formei optei por Escolas de Formação de referência para garantir retorno do investimento que estava a realizar.

Quando é que passa de formanda a formadora?

Com o tempo e por ter sido mentora das estagiárias que passaram pela Clínica de Estética, surgiu a vontade de dar o meu

contributo e partilhar a minha experiência na área da beleza, por isso fui fazer a Formação de Formadores. E após alguns

anos a trabalhar na Clínica de Estética e depois no Cristina Rodrigues Cabeleireiro, quis dedicar-me mais à formação e gerir a

minha própria agenda. Então, de forma a encaixar tudo isto, resolvi abrir o meu próprio negócio.

O Vânia Soares Atelier, em Carcavelos...

Exactamente, onde com a ajuda da minha colaboradora e braço direito, Alexandra Tapadas, cuidamos todos os dias das nossas

clientes e amigas.

Porque decidiu abraçar várias áreas? Inquietude? Vontade de ir mais longe?

Um pouco de tudo isso… Sou curiosa por natureza, o que me leva a querer aprender sempre coisas novas. Para além disso, como

tinha o objectivo de abrir o meu próprio negócio, achei que era importante especializar-me nos serviços que gostaria de ter

no meu futuro espaço, até porque, sendo eu uma perfeccionista, como poderia saber qual o nível de qualidade que pretendo

oferecer, se não sei fazer?!

O que mais a apaixona na manicura?

As mãos são, cada vez mais, um cartão de visita importante no nosso dia-a-dia. O saber cuidar, embelezar, fazer evidenciar

esse cartão de visita e ver, no final, a felicidade estampada no rosto da minha cliente é o que me apaixona na minha profissão.

A paixão é certamente um factor importante para alcançar o sucesso, mas que outros factores considera indispensáveis?

A paixão é o que nos move, mas por si só não chega! É necessário apostar numa formação profissional de qualidade, dedicar

muitas das nossas horas a praticar, a pesquisar novas técnicas e novos produtos, e querer melhorar sempre. Afinal de contas,

dominar as técnicas torna-nos profissionais preparadas para o mercado de trabalho, e estarmos atentas às tendências de

moda, ajuda-nos a manter actualizadas.

Mas depois, para sermos efectivamente boas profissionais, temos de somar tudo isto à qualidade de serviço que prestamos:

a perfeita higienização e esterilização dos nossos utensílios, e a manutenção e limpeza do nosso espaço e estação de serviço.

Com a “explosão” que hoje assistimos nas áreas da maquilhagem e manicura, que papel atribui à formação no mercado de

beleza profissional em geral, e na área da manicura, em particular?

A meu ver a formação inicial é o ponto chave em qualquer área, pois é o que nos prepara para o mercado de trabalho. No

caso da manicura, considero importante a constante reciclagem para nos mantermos actualizadas.

Os melhores aliados do profissional de beleza são também os produtos e equipamentos que utiliza; Que critérios define

na escolha das marcas com que trabalha?

Sem dúvida! Eu procuro sempre o que de melhor existe no mercado, a nível de qualidade e durabilidade.

Marcas que se preocupem com a saúde, em manter a integridade do nosso organismo, e que tenham na sua composição produtos mais naturais e orgânicos.

No fundo, qualidade premium, com valores justos.

Enquanto formadora certificada deve ver muito talento sair das suas formações para o mercado? Como é que o talento se

revela na área da manicura?

Sem dúvida! A paixão pela profissão deve ser o essencial. Depois é como tudo, há quem nasça com o dom e naturalmente

terá mais facilidade na aprendizagem técnica, como também há quem queira com tanta vontade, que acaba por se tornar um

profissional de excelência, pela dedicação.

A excelência é uma meta ou faz parte de uma aprendizagem?

Ambas! A excelência alcança-se com a nossa dedicação e a prática do dia-a-dia, por isso deve ser sempre uma meta. Contudo,

também acho que faz parte do processo de aprendizagem, pois ao aprendermos bem, aplicamos bem.

Acredita que ainda há espaço para evoluir?

Há sempre espaço para evoluir! Há sempre espaço para evoluir!

Comentar

;